sexta-feira, 6 de março de 2009

Dia das Mães

Faltavam 16 dias para o domingo em homenagem às mães e eu não havia conseguido nada para apresentar. O que fazer? Orar e pesquisar. Mas eu queria algo especial, porque sabemos que as famílias não são perfeitas. E após ler e pesquisar, o Senhor me orientou a escrever a peça “Eu amo minha família?” . Espero que gostem e façam em suas igrejas.
No término da apresentação, o meu pastor fez um apelo às famílias para que vivam realmente uma família abençoada por Deus. Foi lindo o que Deus fez!. Pais, mães e filhos chorando e clamando a Deus para abençoar as suas famílias.

Você vai precisar:
Duas meninas: Eu solicitei ajuda aos adolescentes
Um rapaz: Também adolescente
Uma criança (uniforme da escola e mochila): Bem esperta que ama atuar
Um sofá
Mesa, pratos, talheres, jarra de suco, copos e panela


Eu amo minha família

Mãe chega em casa com umas sacolas e puxando o filho ( muito estressada)

Marta: Ai meu Deus que vida é essa?
Levantar cedo, fazer café. Cuidar do marido, levar criança ma escola e ainda trabalhar fora. Não foi com isso que eu sonhei...

Luiz: Mãe a tia da escola falou que a senhora ainda não assinou a minha caderneta.

Marta: Essa sua professora está pensando o que? Eu não tenho a vida dela não. Ficar assinando agenda

Luiz: Mas mãe é sobre a sua festa.

Cale a boca Luiz, não quero ouvir mais nada. É para saber se a senhora vai.

Marta: Você acha que eu tenho tempo para essas coisas, tenho mais o que fazer.

Luiz: Mas mãe, é no sábado a tarde. Todas as mães vão estar lá.

Marta: Todas que não tem o que fazer, que não trabalham fora.
Pode parando com essa conversa, a minha paciência já se esgotou. Vá logo tomar o seu banho e fazer o exercício de casa.
Meu que vida é essa? Sempre sonhei em casar e ter filhos viver um lindo sonho. Hum mas acabei em um pesadelo. Como seria bom não ter filhos, não ter marido então, que benção.

Marta cochila no sofá, as cortinas se fecham.
As cortinas reabrem, e Marta assiste uma cena

Vamos Luiz, ande mais rápido meu filho.
Ainda tenho que prepara o jantar, e você o exercício de casa.
Quero deixar tudo pronto antes do seu pai chegar.

Marta começa a gritar: Sai essa é minha casa, esse é meu filho. Que mulher é essa?
Como eles não me ouvem. O que está acontecendo?

Renato: Mamãe a minha professora disse que a Senhora ainda não assinou a minha caderneta.

Angélica: É verdade, filho esqueci, mamãe anda tão cansada que acabou esquecendo.
Deixe-me ver logo.

(Luiz entrega a caderneta pra mãe)

Angélica: Hum! Quer dizer que vai haver uma festa para o dia das mães.

Luiz: É sim mãe é no sábado, a tia falou que para que todas as mães possam ir. Você vai né?

Angélica: Claro que sim meu amor!!! Agora vamos nos apressar.

(As cortina se fecham!)

Marta: O que está acontecendo, quem é essa mulher??? Ela está na minha casa e com a minha família. Essa festa é para mim e não para ela.

As cortinas se abrem...

Felipe: Boa noite meu amor!

Angélica:Boa noite querido!

Luiz: Papai ...

Felipe: Oi filhão! Como foi na escola?

Muito legal agente ensaiou uma musica para o dia das mães.

Felipe: Filho!

Luiz: Caramba não era para dizer!

Angélica: Dizer o que?

Luiz: Nada mãe.

Angélica: Felipe vamos orar ?

Felipe: Claro amor, vamos agradecer a Deus por esse alimento.

(as cortinas se fecham)

Narrador: Chegou o sábado dia da festa.

Angélica / Felipe e Luiz sentam-se juntos.

Professora: Boa tarde! Gostaria que as crianças viesse aqui para frente. Para começarmos a homenagem do dia das mães.

Luiz: Hoje é um dia muito importante. Porque vamos falar de uma pessoa muito importante a minha mãe.
Quer dizer todas as mães.

Angélica: Esse é o meu filhinho.

Marta (gritando): Seu não! Meu filho! Essa é a minha festa. Será que ninguém me houve?
Felipe, olha sou eu a sua Marta ( Felipe permanece imóvel) . Meu Deus o que eu fiz para merecer isso?

Conjunto infantil canta.

Luiz corre para a mamãe. Beija e abraça –( Marta tenta entrar na frente mas não consegue)

Marta: (Cai de Joelho, chora e ora ) Deus eu quero a minha família de volta. Eles são o meu maior e melhor bem. Não sabia que os amava tanto. Eu aprendi Senhor só damos valor as pessoas como as perdemos. Mas eu quero mais uma chance eu quero eles de volta. Senhor atenda o meu clamor. Sei que errei, esqueci da Tua Palavra . Me perdoe Senhor. Amém

As luzes se apagam

Volta a Cena de Marta cochilando no sofá. Ela acorda desesperada.
Luiz,Luiz, Luiz.

Luiz: Que foi mãe estou aqui.

Ela o abraça e começa a chorar.

Luiz: O que houve mamãe, porque está chorando, eu não vou mais falar da festa eu prometo.

Marta: Não! Mamãe vai a festa sim. Eu te amo meu filho, nunca se esqueça disso. Perdo-me pelas coisas feias que eu falei para você. A mamãe te ama muito.

Luiz: Eu também te amo mamãe.

Marta: Venha vou lhe ajudar a fazer o exercício da escola.

Luiz: Eu já terminei. Mãe e a caderneta?

Marta: Deixa eu assinar. Depois vou dar uma olhadinha para saber se exercício está pronto. Agora vou prepara a janta. Quer me ajudar?

Luiz: Claro que sim.

(Chega o esposo)

Felipe: Boa noite.

Marta: Querido! Você chegou mais cedo.

Felipe: Querido? Você está bem? (Vira-se para a igreja) Ela estourou o cartão de crédito!!!

Marta: Meu amor estou ótima.

Luiz: A mamãe vai na festa do dia das mães.

Felipe: Que novidade maravilhosa! Deus ouviu as minhas orações!

Marta: Se as suas orações foram em favor da nossa família. Deus ouviu sim! Eu quero ter uma família de verdade. Quero edificar o meu lar.

Felipe: Marta isso era tudo que eu queria ouvir! Eu te amo minha querida.

Marta: Eu amo vocês minha família. O melhor presente de Deus.
Quero dizer a todos vocês nesta noite que Deus pode modificar a sua família.


Cantar a música de Aline Barros: Família
Na minha igreja as meninas da coreografia infantil apresentaram essa musica.

Obs. A palavra do meu pastor foi após essa canção.


3 comentários:

belartes disse...

Oi Luciana!... Ki linda a sua peça....Se vc deixar vou coloca-la no blog da minha igreja ( te darei os devidos créditos). bjos Bel

Luciana Gaby disse...

Com certeza.
Pode colocar no blog de sua igreja.
Bjs Lú

recados do blogger nara disse...

que linda peça ... eu até chorrei aqui lendo.. quando coisas assim tocam o nosso coração é por que DEus vai fazer outras pessoas pensarem em seus lares com mais atenção!! que Deus abençôe!!